Don't miss

Gravidez semana a semana: O seu corpo em mudança até às 6 semanas

By on Julho 18, 2011

O seu corpo em mudança

Nas primeiras seis semanas de gravidez, talvez não tenha aspecto de grávida, nem se sinta grávida, mas o seu corpo já está a passar por grandes mudanças, sob a acção das hormonas de gravidez que começaram a ser produzidas em massa logo após a concepção. Podem faltar ainda cerca de sete dias para a data em que conta que a sua mestruação começe, por isso, talvez ainda não se tenha apercebido de que está grávida.

alteracoes do corpo na gravidez Gravidez semana a semana: O seu corpo em mudança até às 6 semanasMas estão já a operar-se várias mudanças dentro de si. O seu corpo está a produzir uma enorme quantidade de hormonas de gravidez. Os níveis de estrogénio são superiores ao normal para ajudar a tornar mais espesso o revestimento uterino e proporcionar um ambiente rico ao minúsculo embrião em implantação.

As hormonas gonadotrofina coriónica humana e progesterona ajudam a manter o embrião implantado e a última também torna o  seu muco cervical mais espesso de modo que este constitua um rolhão protector, isolando o útero de infecções vaginas  durante toda a gravidez.

O tamanho global do seu útero está a aumentar. Quando não está grávida, o seu útero tem  aproximadamente o tamanho de uma ameixa grande, mas no decurso da gravidez dilatar-se-á, atingindo um tamanho 500 a 1000  vezes superior.

No final da sexta semana de gravidez, será do tamanho de uma maça e, embora você não sinta qualquer  mudança, o médico que lhe faça um exame interno conseguirá notar a diferença. Contudo, só será possível sentir o útero através da parede abdominal no final deste trimestre, altura em que ele sobe acima do arco pélvico e entra na cavidade abdominal.

Aumento do metabolismo

Evidentemente, estes desenvolvimentos iniciais são acompanhados por mudanças significativas no modo como o seu corpo funciona. Praticamente todos os sistemas de órgãos do seu corpo precisam de se adaptar para responder às exigências crescentes impostas pela gravidez.

A sua taxa metabólica subirá cerca de 10 a 25 por cento durante a gravidez para permitir que o oxigénio chegue em quantidade suficiente aos tecidos dos orgãos cujo tamanho e cujo nível de actividade estão a aumentar. Para que tal aconteça, a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto – o débito cardíaco – tem de aumentar 40 por cento antes das 20 semanas, começando esse ajustamento no início do primeiro trimestre.fluxo sangue na gravidez Gravidez semana a semana: O seu corpo em mudança até às 6 semanas

Este reforço da quantidade de sangue que aflui a quase todos os órgãos do seu corpo já está em execução. O afluxo de sangue ao útero já duplicou e a quantidade recebida pela vagina, pelo colo do útero e pela vulva também aumentou, dando-lhes uma coloração azul/violeta característica da gravidez.

Antes dos teste de gravidez de maior precisão, essa mudança de cor era um dos métodos mais comuns usados pelos médicos para diagnosticar uma gravidez. O afluxo de sangue ao útero, aos rins, à pele e aos seios continuará a aumentar até ao final da gravidez.

Para que nenhuma área do seu corpo seja privada de sangue, este aumenta de volume, passando de cerca de 5 litros antes da gravidez para perto de 7 ou 8 litros no final da mesma. Este processo ocorre gradualmente ao longo da gravidez, mas o volume de plasma, a componente aquosa do sangue, começa a crescer logo nas primeiras seis semanas para encher os novos vasos sanguíneos da placenta e de outros órgãos em crescimento.

O volume de glóbulos vermelhos também tem de aumentar para impedir que o sangue se torne demasiado aquoso e garantir que o mesmo tenha capacidade para transportar oxigénio suficiente, mas esse aumento é mais lento e só será perceptível no início do segundo trimestre.

pixel Gravidez semana a semana: O seu corpo em mudança até às 6 semanas

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>